.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Poluição Marítima

. Água

. Ecoteste

. Sacos de Compras

. Papel Activo

. O Aluno Amigo do Ambiente

. O Efeito Estufa

. Profundezas e Profundidad...

. O Ambiente no Futuro

. Quanto Tempo Leva o Lixo ...

.Baú

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. adivinhas

. ambiente

. anedotas

. animais

. aniversários

. anjinhos

. aprende

. cao

. carnaval

. conselhos úteis

. contos tradicionais

. culinária

. dia da mãe

. dias comemorativos

. direitos...

. estações do ano

. família

. familia

. faz tu

. gramática

. história de portugal

. histórias

. ideias

. imprime

. jogos

. jogos tradicionais

. lengalengas

. máscaras

. miminhos

. monumentos

. natal

. o que faz...

. para colorir

. parabéns

. páscoa

. passatempos

. pinta

. provérbios

. reciclagem

. sabia que...

. sabias que...

. santos populares

. saúde

. todas as tags

Quarta-feira, 29 de Agosto de 2007

Carta Europeia da Água

 

 

004ywhpb

 

 

 

 

 

002a4b3t

Seja bem vindo!!!

 

 


Proclamada pelo Conselho da Europa em Maio de 1968

O que diz a Carta da Água:
O que significa, «trocado em miúdos»:
1. Não há vida sem água. A água é um bem precioso indispensável a todas as actividades humanas. Sem água não há vida. Sem água, as plantas não crescem e os animais e as pessoas não sobrevivem.
2. Os recursos hídricos não são inesgotáveis. É necessário preservá-los, controlá-los e, se possível, aumentá-los. A água vai sendo menos do que a que seria precisa porque se desperdiça muito. Temos de ter atenção a isso e fazer com se poupe e se cuide da que há. 
3. Alterar a qualidade da água é prejudicar a vida do Homem e dos outros seres vivos que dela dependem. Contaminar e poluir a água pode matar ou causar doenças a pessoas, animais e plantas.
4. A qualidade da água deve ser mantida em níveis adaptados às utilizações e, em especial, satisfazer as exigências da saúde pública. Deve-se garantir que a água tem a qualidade necessária para aquilo para que é usada. 
5. Quando a água, após ser utilizada, volta ao meio natural, não deve comprometer as utilizações que dela serão feitas posteriormente. A água que usamos, quando volta à Natureza, não deve ir poluída ou contaminada.
6. A manutenção de uma cobertura vegetal apropriada, de preferência florestal, é essencial para a conservação dos recursos hídricos. É fundamental haver florestas e matas para que se conserve melhor a água. 
7. Os recursos hídricos devem ser objecto de um inventário. Deve-se saber onde há água (nascentes, rios, lagos, etc.) e qual é a sua qualidade.
8. A eficiente gestão da água deve ser objecto de planos definidos pelas autoridades competentes. Quem manda deve ter bons planos para cuidar bem da água. 
9. A salvaguarda da água implica um esforço muito grande de investigação científica, de formação técnica de especialistas e de informação pública. É preciso haver cientistas e técnicos que estudem as questões da água e que depois informem as pessoas para que procedam bem.
10. A água é um património comum cujo valor deve ser reconhecido por todos. Cada um tem o dever de a economizar e de a utilizar com cuidado. Devemos dar valor à água pois sem ela não há vida. Devemos poupar água e utilizá-la com bom senso. 
11. A gestão dos recursos hídricos deve inserir-se no âmbito da bacia hidrográfica natural e não no das fronteiras administrativas e políticas. As questões da água devem ter a ver com a Natureza e não com as fronteiras dos países e com a política. 
12. A água não tem fronteiras. É um bem comum que impõe uma cooperação internacional.
A água é de todos e todos os países e pessoas devem cuidar da água juntos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

004ywhpb

 

 

 

tags:
Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007

A Força do Vento

 

 

004zd4gf

 

 

004day34

 

 

 

 

 

Desafio...
 

Este desafio foi-me proposto pela querida amiga

         CINDA

 

As regras são:

 

(cada pessoa escreve sete factos casuais sobre a sua vida, depois passa o desafio a outras sete pessoas, deixando um comentário no blog dessa pessoa, para que saiba que foi desafiada)

 

. Dia mais triste da minha vida -a morte do meu Pai

. Dia mais feliz de minha vida -nascimento do meu filho Tomás

. Manias - quando chego a casa dispo sempre a roupa que estou a usar

. Filme preferido - Filhos de um Deus menor

. Sou muito - amiga do meu amigo

. Comida preferida - saladas grelhados e camarão

. Gosto de - gelados

 

 

Define-te com as letras de teu nome

 

      CRIS

 

C- creativa

R- refilona

I- impulsiva

S- sociável

 

 

Agora passo este desafio às amigas:

 

- Manuela

- Nadjinha

- Elisa

- Chica Ilhéu

- Isabel

- Bitu

- Joana        

       

 

PRÉMIOS....
 

 

Prémio da Banana                 Prémio blog com grelos

Obrigada amiga Cinda, por estes prémios, é com muito prazer que os recebo.

(Agora vou cumprir a condição imposta...escrever a canção do Prémio Banana)

El único fruto del amor, es la banana, es la banana

El único fruto del amor, es la banana de mi amor

El único fruto del amor, es la banana, es la banana

El único fruto del amor, es la banana si siñor.

 

Minhas amigas...toca a colocar nos vossos blogs estes prémios, vocês merecem!!!

 

Um xi-  da Cris
 


 

 

 

  • Calmo
    O vento sopra a menos de 1km/h (o fumo sobe verticalmente).

  • Muito fraco
    O vento sopra de 1 a 5 km/h (o vento desvia o fumo).

  • Fraco
    O vento sopra de 6 a 11 km/h (as folhas movem-se).

  • Suave
    O vento sopra de 12 a 19 km/h (o suficiente para endireitar uma bandeirola).

  • Brisa leve
    O vento sopra de 20 a 28 km/h (levanta poeira e faz voar papéis).

  • Brisa forte
    O vento sopra de 29 a 38 km/h (começa a fazer abanar árvores).

  • Rajada
    O vento sopra de 39 a 49 km/h (cria dificuldades para abrir um guarda chuva).

  • Vendaval
    O vento sopra de 50 a 61 km/h (cria dificuldade em andar contra o vento).

  • Vendaval forte
    O vento sopra de 62 a 74 km/h (parte os galhos das árvores).

  • Temporal
    O vento sopra de 75 a 88 km/h (arranca telhas).

  • Tempestade
    O vento sopra de 89 a 102 km/h (arranca árvores inteiras).

  • Tempestade violenta
    O vento sopra de 103 a 120 km/h (pode até virar carros).

  • Furacão
    O vento sopra a partir de 120 km/h (destruição total).



    Para medir a força do vento usa-se um anemómetro.
Tradicional...     ou mais moderno...
 
 
 
000qbff7
 
 
 
004zd4gf
 
 
tags:
Cris às 00:01
| comentar | favorito
Domingo, 3 de Junho de 2007

Lixo na Praia

Olá, seja bem vindo!!!

 

Lemos estas informações acerca do lixo que as pessoas deixam na areia - e não deviam! - e acerca do tempo que a Natureza leva a "resolver" os nossos disparates.

Lembra-te que somos nós, as pessoas, que criamos o lixo, as embalagens e tudo o resto.

Verás como a própria Natureza tem dificuldade em resolver o lixo natural fora do sítio...


  • Restos de alimentos (de fruta, de sandes, etc.) - na areia...
    Foste à praia e levaste um lanchinho. Boa ideia!
    Puseste os plásticos e as embalagens no ecoponto certo, mas as cascas e os caroços, não. Pensaste: "É uma coisa natural, biodegradável, a Natureza recicla.".
    Mentira! Mesmo que as gaivotas e outros animais marinhos façam uma limpezinha à praia, comam os restos de maçã e as grainhas das uvas, os restos de fruta, por exemplo, demoram
    um ano até serem reabsorvidos.
    Pensa nisto quando enterrares discretamente mais um caroço de pêssego...


  • Plásticos - na areia...
    Mesmo que muitos plásticos sejam hoje biodegradáveis, levam tempo até que isso aconteça.
    O melhor mesmo é, como sabes, colocar tudo isso no ecoponto amarelo. Sim, mesmo os plásticos pequeninos das palhinhas dos pacotes de sumo...
    Sabias que um copo de plástico leva 50 anos até se deteriorar?
    Se for uma garrafa de plástico, deixada ali, enfiada na areia... São 400 anos!!!


  • Metais - na areia...
    Levou-se uma latinha de sardinhas, salsichas ou atum. Delicioso!
    Mas os que abandonam as latas de aço podem encontrá-las ali na areia, ali debaixo, quietinhas... até 10 anos depois!
    Se for de alumínio nem chega a corroer...



  • Jornais, revistas, papel - na areia
    Foi bom ler as notícias, mas um jornal deixado enfiado na areia leva 6 meses até desparecer...
    E todo esse tempo depois já nem são notícias frescas...



  • Fio de nylon - na areia...
    Pescadores... Pescadores...
    Muitos deles são cuidadosos, mas muitos não têm formação ambiental de espécie nenhuma!!!
    Mostram, ao deixarem os seus restos da pesca por todo o lado, uma enorme falta de respeito pelo Ambiente - a nossa casa - e pelas gerações seguintes!
    Um fio de nylon, usado para pescar, que se parte e fica abandonado leva 650 anos a decompôr-se!
    Não era melhor recolhê-los (quando possível) e pô-los no ecoponto? É que nem são nada muito pesado...



  • Fósforos e cigarros - na areia...
    Esta é especial para quem fuma: muitos pais, mães, familiares e amigos.
    As beatas e os fósforos são um belo exemplo do desrespeito de muitos na areia da praia.
    Na esperança de que quem usa isqueiro deite fora os já gastos num ecoponto, essa pessoa pode achar que deitar fora um fósforo na areia já não é problema: é madeira, é biodegradável...
    Pois, mas levam 6 meses até isso acontecer!


    E depois de fumar o cigarro? O que fazer à beata? Enterrá-la na areia? Má ideia!!!
    Pode acontecer que no ano seguinte essa beata ainda lá se encontre à espera do "dono"... As beatas levam 2 anos a biodegradar-se!

    Obrigada pela visita.  

              Apareça mais vezes!!!

     

  • tags:
    Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

    Curiosidades da Reciclagem

     

     

     

     

     

     


     

      AMBIENTE

    • A incineração de 10 mil toneladas de resíduos pode criar apenas um emprego, enquanto a reciclagem da mesma quantidade pode proporcionar a ocupação de 40 pessoas.

    • Diariamente, cada um de nós é responsável pela produção de cerca de 1,3 kg de resíduos. No final de um ano são quase 500 kg. Desses resíduos, 9% são embalagens de plástico.


      VIDRO

    • A energia poupada pela reciclagem de uma garrafa de vidro é suficiente para manter acesa uma lâmpada de 100 watts durante 4 horas.

    • Quando se inclui vidro de embalagens usadas na fusão das matérias-primas que entram no fabrico do vidro poupa-se combustível, pois há menos matéria para fundir.

    • Por cada tonelada de vidro usado incluída no fabrico de vidro poupam-se 1,2 toneladas de matérias-primas originais.


      PAPEL/CARTÃO

    • Uma tonelada de papel reciclado evita o abate de 15 a 20 árvores.

    • A produção de papel reciclado permite poupar água necessária na produção de papel e diminuir o corte de árvores, contribuindo assim para uma floresta sustentável.

    • O papel higiénico e os lenços de papel contêm entre 60 a 70% de papel reciclado e os jornais podem usar até 100%.

    • A produção de papel reciclado consome 2 a 3 vezes menos energia que a produção de papel a partir da fibra vegetal.

     

    PLÁSTICO



  • 5 garrafas de plástico recicladas dão origem a poliéster suficiente para uma camisola de manga curta XL. Para um par de calças chegam 10 garrafas. Se forem 25, fornecem material para uma camisola.

  • Cada 100 toneladas de plástico reciclado evitam a extracção de uma tonelada de petróleo.

  • No caso do PET, a reciclagem utiliza (em média) apenas 30% da energia que seria necessária para a produção de matéria-prima virgem.

  • Devido ao peso reduzido, o uso de plástico em automóveis reduz o consumo de combustível em 4%.

  • A reciclagem de plásticos permite poupar petróleo e gás natural, as duas matérias-primas neles mais utilizadas.


    METAL

  • Uma lata de bebida pode ser infinitamente reciclada sem perda de qualidade.

  • O alumínio obtido a partir de embalagens usadas consome apenas 5% da energia necessária na produção de alumínio a partir de matérias-primas minerais.


    MADEIRA

  • A reciclagem de uma tonelada de resíduos de madeira evita o abate de 40 árvores.

     

     

     

     

     Obrigada pela Visita!!!


     

  • tags:
    Cris às 00:01
    | comentar | favorito
    Terça-feira, 15 de Maio de 2007

    Poupar Energia em Casa

     

     

     

     

     

     

     

     

     


     

    • Poupar energia significa diminuir a quantidade de energia utilizada quando realizamos qualquer acto do nosso quotidiano.

    • Gastar menos energia tem várias vantagens - poupa-se dinheiro e ajuda-se o Ambiente.

    • A produção de energia requer recursos naturais preciosos, por exemplo carvão, petróleo ou gás. Assim, gastar menos energia ajuda a preservar estes recursos e a mantê-los durante mais tempo.

    • É muito fácil poupar energia em casa.

    • Existem vários princípios que permitem diminuir o consumo de energia e, como consequência, diminuir os custos do funcionamento tais como:

        - Evitar ter as luzes ou os equipamentos ligados, quando não for necessário.

        - Procurar utilizar os transportes públicos nos trajectos diários. Para distâncias curtas optar por deslocar-se a pé.

        - Procurar calafetar as portas e janelas, e isolar paredes, tectos e pavimento da casa. Ao fazê-lo, economiza-se energia e a reduz-se o gasto em sistemas de climatização.

        - Antes de comprar um novo equipamento, verificar a etiqueta energética e optar por aquele que apresentar menor consumo de energia.

        - Substituir as lâmpadas incandescentes por lâmpadas economizadoras. Dão a mesma luz, mas poupam 80% da energia eléctrica utilizada e duram 8 vezes mais.

        - Desligar os equipamentos no botão, em vez de desligar no comando. Os aparelhos em modo stand-by, continuam a gastar energia.

        - Evitar abrir desnecessariamente a porta do frigorífico e, quando for necessário abri-la, ser o mais rápido possível. Verificar periodicamente o estado da(s) borracha(s) das portas do frigorífico.

        - No Inverno, aproveitar a radiação solar para aquecer a casa, através das janelas.

        - No Verão, evitar que o ar condicionado esteja a funcionar com as janelas abertas.

        - Utilizar as máquinas de lavar com carga completa e num programa de baixa temperatura.

        - Utilizar baterias ou pilhas recarregáveis em vez das descartáveis.

    • A preocupação com o meio ambiente deve fazer parte da vida de cada pessoa para que as cidades, o mundo, o planeta e até mesmo as casas se tornem lugares melhores para viver.

     

     

     


    tags:
    Sábado, 28 de Abril de 2007

    Ecopontos

     

    Bem Vindo

     

     

     

     

    Os ecopontos são constituidos por:

     

    . Papelão (papelão)

    . Vidrão (vidros)

    . Embalão (embalagens de plástico e de metal)

    . Pilhão (pilhas)

    Vê os seguintes esquemas, e começa hoje mesmo a reciclar o lixo em tua casa.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Só com o contributo de todos é possível concretizar um programa de reciclagem eficaz. 
    Utilize o ecoponto que estiver mais perto de si!

     

     

     

     

     

     

     

     

    tags:
    Cris às 00:01
    | comentar | favorito

    .links