.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. A Bela Adormecida

. João e Maria

. A Pequena Sereia

. Código barra boas vindas

. O Cão

. Calendários 2010

. Os dez mandamentos das cr...

. Multiplicar Com Os Dedos

. Pinóquio para verificar

. Máscaras

.Baú

. Abril 2020

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. adivinhas

. ambiente

. anedotas

. animais

. aniversários

. anjinhos

. aprende

. cao

. carnaval

. conselhos úteis

. contos tradicionais

. culinária

. dia da mãe

. dias comemorativos

. direitos...

. estações do ano

. família

. familia

. faz tu

. gramática

. história de portugal

. histórias

. ideias

. imprime

. jogos

. jogos tradicionais

. lengalengas

. máscaras

. miminhos

. monumentos

. natal

. o que faz...

. para colorir

. parabéns

. páscoa

. passatempos

. pinta

. provérbios

. reciclagem

. sabia que...

. sabias que...

. santos populares

. saúde

. todas as tags

Quinta-feira, 16 de Abril de 2020

A Bela Adormecida

 

 

Era uma vez, num reino distante, um rei e uma rainha que que tinham um grande desgosto: não tinham filhos.

Um belo dia nasceu uma linda princesinha, que encheu de alegria os reis, e todo o reino. 

Decidiram logo fazer uma grande festa, para celebrar  o feliz acontecimento, e convidaram todas as pessoas importantes, e também as fadas.

Infelizmente, esqueceram-se de convidar uma delas, que não era muito simpática, vivia sozinha na floresta, e não aparecia muito.

Essa fada ficou muito zangada, e pensou logo de  vingar-se daquilo que lhe tinham feito.

As três fadas, mal viram a princesinha quiseram logo conceder-lhe como prenda  um desejo, cada uma.

- Eu te fado, para que sejas muito bela e bondosa.

- Eu te fado, para que a tua voz seja suave e doce.

- E eu te fado...

Mas de repente, apareceu a fada má que as interrompeu e disse:

- Esqueceram-se de mim, mas eu não me esqueço do que me fazem! Princesinha: eu te fado, para que quando fizeres os dezoito anos,  te piques com um fuso, e que morras!

E desapareceu, soltando uma horrível gargalhada,  que deixou todos gelados de medo.

As fadas boas, olharam umas para as outras desoladas, e a que tinha sido interrompida disse:

- Não posso quebrar o feitiço, mas posso mudá-lo um pouco!

E voltando-se para a princesinha, continuou:

- Eu te fado, para que quando te picares no fuso, não morras, mas caias num sono profundo, que só um beijo o possa despertar.

Depois deste triste acontecimento, os pais da princesinha, deram ordens para que se proibissem  todas as rocas e fusos do reino, e para que duros castigos fossem dados a quem não cumprisse.

Entretanto, a princesinha foi crescendo feliz, e a pouco e pouco todos se foram esquecendo do terrível feitiço.

No dia que a princesa completava  dezoito anos, ia dar-se uma grande festa no castelo, com muitos convidados, a princesinha estava muito entusiasmada, tinha um vestido novo e a aia estava a acabar de de a pentear.

Mal terminou de se arranjar, a princesa agradeceu, e disse que se ia retirar para os salões.

Ao passar num dos corredores, reparou numa escadaria, que parecia nunca ter visto, e pensou:

- Onde irá ter?

Subiu as escadas, e foi dar a um quarto, onde encontrou uma velhinha que estava a -----

 

 

Cris às 00:01
| comentar | favorito

.links