.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. O Cão

. Calendários 2010

. Os dez mandamentos das cr...

. Multiplicar Com Os Dedos

. Pinóquio para verificar

. Máscaras

. O que é a dislexia?

. Grupo Nominal e Grupo Veb...

. Sílaba e divisão silábica

. Ditongos e Dígrafos

.Baú

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. adivinhas

. ambiente

. anedotas

. animais

. aniversários

. anjinhos

. aprende

. cao

. carnaval

. conselhos úteis

. contos tradicionais

. culinária

. dia da mãe

. dias comemorativos

. direitos...

. estações do ano

. família

. familia

. faz tu

. gramática

. história de portugal

. histórias

. ideias

. imprime

. jogos

. jogos tradicionais

. lengalengas

. máscaras

. miminhos

. monumentos

. natal

. o que faz...

. para colorir

. parabéns

. páscoa

. passatempos

. pinta

. provérbios

. reciclagem

. sabia que...

. sabias que...

. santos populares

. saúde

. todas as tags

Obrigada por sua visita! Você já esteve aqui

Domingo, 24 de Junho de 2007

D. Dinis

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

D. Dinis
 
  • O rei D. Dinis foi o sexto rei da Primeira Dinastia, chamada Afonsina porque começou com o D. Afonso Henriques. Este rei governou em Portugal de 1279 a 1325. Reinar 46 anos é muito tempo! A esperança de vida nesta época era mais ou menos de 50 anos...

  • "D. Dinis fez tudo o que quis", é uma expressão muito verdadeira. Começou a reinar com 18 anos e era muito responsável, pois foi educado desde sempre para governar.

  • Uma das primeiras coisas que fez foi instaurar as chamadas Inquirições (não confundir com a Inquisição!). Esta medida não deixou o clero e a nobreza nada felizes, mas o rei não se importou.

  • Cada rei tinha um cognome, uma espécie de alcunha pela qual ficavam conhecidos. D. Dinis era "O Lavrador".

  • Era assim chamado por duas razões:

    1. Desenvolveu a agricultura, dando terras para cultivar a quem não as tinha (mas apenas se as trabalhassem) e por transformar zonas de pântanos em terras próprias para a agricultura.

    2. Mandou plantar o famoso pinhal de Leiria. Aliás, a verdade é que apenas substituiu os pinheiros mansos que já existiam por pinheiros bravos, de melhor crescimento e raízes mais fortes. Assim preveniu a erosão.

 

  • Para aumentar o comércio, D. Dinis promoveu as feiras francas, onde os comerciantes não pagavam determinados impostos. Por exemplo, não pagavam portagens, que já na altura eram caras.

  • Também ajudou a incentivar o comércio com outros países e protegeu a exportação para a Europa de produtos agrícolas, peixe e sal (que tínhamos muito), em troca de tecidos.

  • As ordens religiosas militares passaram a depender do rei, e foram substituídas pela Ordem de Cristo, que depois seria muito importante nos Descobrimentos.

  • Na cultura também foi um dos reis que se distinguiu mais. Além de ser poeta, protegia os nossos escritores e fazia com que se guardassem todos os seus escritos no Estudo Geral de Lisboa.

  • Por outro lado, fundou a Universidade de Coimbra, que foi durante muitos anos a única em Portugal! Foi a partir do seu reinado que todos os documentos passaram a ser escritos em português. Sabias que antes era tudo escrito em latim?

  • D. Dinis foi muito inovador. Infelizmente nem todos concordavam com as suas ideias o que levou a algumas guerras com o irmão, o rei de Castela, e mesmo com o seu filho mais velho.

  • Quem tentava sempre acabar com estes problemas era a rainha Santa Isabel, uma mulher muito religiosa e que se dedicava a ajudar os pobres e os inocentes. Dizia-se que fazia milagres, dos quais o Milagre das Rosas é o mais conhecido.
  • D. Dinis nasceu em Santarém, em 1261, e morreu na mesma cidade em 1325. Foi sepultado no Mosteiro de Odivelas. Era filho de D. Afonso III e de D. Beatriz.

  • Casou com D. Isabel de Aragão (um reino de Espanha) e teve dois filhos: D. Constança e D. Afonso, que veio a ser D. Afonso IV.

 

 

 

 

 

Cris às 00:01
| comentar | favorito
4 comentários:
De Manuela a 24 de Junho de 2007 às 13:56
Gosto deste Rei.
Casou-se no Alentejo em Vila Viçosa.
Onde está Nossa Senhora da Conceição, Rainha de Portugal.
Bom domingo.
Manuela
De Cris a 24 de Junho de 2007 às 18:56
olá amiga!

Tem um bom domingo.
Obrigada pela visita.
Beijocas
Cris

http://cantinhodosmiudos.blogs.sapo.pt
De Anastasia a 4 de Março de 2009 às 18:02
Eu adorei este blog, este blog deu muita informações para o meu trabalho de história.
Agradesso-vos por teram, queriado-o.
Bjs
De Carolina a 7 de Junho de 2009 às 15:52
Gostei mt deste blog pois ajudou-me bastante a fazer o meu trabalho de Histório! Obrigado pela Informação
Bjo


Carolina

Comentar post

.links