.mais sobre mim

.pesquisar

 


. Quem Aprova Este Blog


Aprovado pelo VICKYS.com.br



.posts recentes

. Os dez mandamentos das cr...

. Dia Mundial da Criança

. Dia das Mães

. 25 de Abril

. Dia do Pai

. Dia de Reis

. As Janeiras

. Dia Internacional da Unic...

. Dia da Restauração da Ind...

. Implantação da República

.Baú

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. adivinhas

. ambiente

. anedotas

. animais

. aniversários

. anjinhos

. aprende

. cao

. carnaval

. conselhos úteis

. contos tradicionais

. culinária

. dia da mãe

. dias comemorativos

. direitos...

. estações do ano

. família

. familia

. faz tu

. gramática

. história de portugal

. histórias

. ideias

. imprime

. jogos

. jogos tradicionais

. lengalengas

. máscaras

. miminhos

. monumentos

. natal

. o que faz...

. para colorir

. parabéns

. páscoa

. passatempos

. pinta

. provérbios

. reciclagem

. sabia que...

. sabias que...

. santos populares

. saúde

. todas as tags

. Que horas são?

Link-me!



Link-Me



Link-Me



.Mural

.Tudo para os Animais

Loja para mascotes






Olá. Seja bem vindo!


Obrigada por sua visita! Você já esteve aqui

Segunda-feira, 1 de Junho de 2009

Os dez mandamentos das crianças aos pais

 

 

 

 

 

 

 

 

1. As minhas mãos são pequenas: por favor não esperem a perfeição ao fazer a cama, desenhar, atirar e agarrar uma bola.
As minhas pernas são pequenas: por favor abrandem para eu vos poder acompanhar.

2. Preciso de encorajamento para crescer. Por favor sejam brandos nas vossas críticas. Lembrem-se: podem criticar o que faço sem me criticarem a mim.

3. Os meus olhos não vêem o mundo do mesmo modo que os vossos. Por favor deixem-me explorá-lo em segurança. Não me impeçam de o fazer sem necessidade.

4. Os meus sentimentos ainda estão tenros. Não impliquem comigo o tempo todo. Tratem-me como desejariam ser tratados.

5. As tarefas domésticas estão sempre a precisar de ser feitas. Só sou pequeno por pouco tempo. Por favor percam tempo a explicar-me as coisas deste fantástico mundo em que vivemos e façam-no de boa vontade.

6. Por favor não vão "fazer por cima" tudo o que eu faço. Isso dá-me a ideia de que os meus esforços nunca alcançam as vossas expectativas.
Sei que é difícil, mas não me comparem a outras crianças.

7. A minha existência é uma dádiva. Cuidem de mim como é esperado, responsabilizando-me pelas minhas acções, dando-me linhas de orientação e disciplinem-me de um modo afectuoso.

8. Por favor não tenham medo de ir passar fora um fim-de-semana. Os filhos precisam de férias dos pais como os pais precisam de férias dos filhos. É uma bela maneira de mostrarem como a vossa relação é especial.

9. Por favor dêem-me a liberdade para tomar decisões que me dizem respeito. Deixem-me falhar, para que eu possa aprender com os meus erros. Assim, um dia estarei preparado para tomar as decisões que a vida me exigirá.

10. Por favor dêem-me todas as oportunidades para eu aprender e bons exemplos para eu seguir. Assim poderei tornar-me numa pessoa verdadeira, recta e humana.

 

in, http://web.educom.pt/paulaperna/

 

 

 

Domingo, 1 de Junho de 2008

Dia Mundial da Criança

(in Site junior - www.junior.te.pt)

 

 

 

 

 

 

Convenção dos Direitos da Criança

  • Como já deves ter ouvido falar, as Nações Unidas aprovaram uma lei chamada "Convenção sobre os Direitos da Criança". Essa lei tem 54 artigos que explicam cada um dos teus direitos.

  • Os artigos que não referimos aqui dizem, sobretudo, respeito à forma como os adultos e os governos devem trabalhar em conjunto para que todas as crianças gozem dos seus direitos.

    ARTIGO 1º
    Todas as pessoas com menos de 18 anos têm todos os seus direitos escritos nesta convenção.

    ARTIGO 2º
    Tens todos esses direitos seja qual for a tua raça, sexo, língua ou religião. Não importa o país onde nasceste, se tens alguma deficiência, se és rico ou pobre.

    ARTIGO 3º
    Quando um adulto tem qualquer laço familiar ou responsabilidade sobre uma criança, deverá fazer o que for melhor para ela.

    ARTIGO 6º
    Toda a gente deve reconhecer que tens direito à vida.

    ARTIGO 7º
    Tens direito a um nome e a ser registado, quer dizer, o teu nome, o dos teus pais e a data em que nasceste devem ser registados. Tens direito a uma nacionalidade e o direito de conheceres e seres educado pelos teus pais.


    ARTIGO 8º

    Deves manter a tua identidade própria, ou seja, não te podem mudar o nome, a nacionalidade e as tuas relações com a família e menos que seja melhor para ti. Mesmo assim, deves poder manter as tuas próprias ideias.

    ARTIGO 9º
    Não deves ser separado dos teus pais, excepto se for para teu próprio bem, como por exemplo, no caso dos teus pais te maltratarem ou não cuidarem de ti. Se decidirem separar-se, tens de ficar a viver com um deles, mas tens o direito de contactar facilmente com os dois.

    ARTIGO 10º
    Se os teus pais viverem em países diferentes, tens direito a regressar e viver junto deles.

    ARTIGO 11º
    Não deves ser raptado mas, se tal acontecer, o governo deve fazer tudo o que for possível para te libertar.

    ARTIGO 12º
    Quando os adultos tomam qualquer decisão que possa afectar a tua vida, tens o direito a dar a tua opinião e os adultos devem ouvir seriamente o que tens a dizer.

    ARTIGO 13º
    Tens direito a descobrir coisas e dizer o que pensas através da fala, da escrita, da expressão artística, etc., excepto se, quando o fizeres, estiveres a interferir com o direito dos outros.

    ARTIGO 14º
    Tens direito à liberdade de pensamento e a praticar a religião que quiseres. Os teus pais devem ajudar-te a compreender o que está certo e o que está errado.

    ARTIGO 15º
    Tens direito a reunir-te com outras pessoas e a criar grupos e associações, desde que não violes os direitos dos outros.

    ARTIGO 16º
    Tens direito à privacidade. Podes ter coisas como, por exemplo, um diário que mais ninguém tem licença para o ler.

    ARTIGO 17º
    Tens direito a ser informado sobre o que se passa no mundo através da rádio, dos jornais, da televisão, dos livros, etc. Os adultos devem ter a preocupação de que compreendes a informação que recebes.

    ARTIGO 18º
    Os teus pais devem educar-te, procurando fazer o que é melhor para ti.

    ARTIGO 19º
    Ninguém deve exercer sobre ti qualquer espécie de maus tratos. Os adultos devem proteger-te contra abusos, violência e negligência. Mesmo os teus pais não têm o direito de te maltratar.

       
    ARTIGO 20º
    Se não tiveres pais, ou se não for seguro que vivas com eles, tens direito a protecção e ajuda especiais.

    ARTIGO 21º
    Caso tenhas de ser adoptado, os adultos devem procurar ter o máximo de garantias de que tudo é feito da melhor maneira para ti.

    ARTIGO 22º
    Se fores refugiado (se tiveres de abandonar os teus pais por razões de segurança), tens direito a protecção e ajuda especiais.

    ARTIGO 23º
    No caso de seres deficiente, tens direito a cuidados e educação especiais, que te ajudem a crescer do mesmo modo que as outras crianças.

    ARTIGO 24º
    Tens direito à saúde. Quer dizer que, se estiveres doente, deves ter acesso a cuidados médicos e medicamentos. Os adultos devem fazer tudo para evitar que as crianças adoeçam, dando-lhes uma alimentação conveniente e cuidando bem delas.

    ARTIGO 27º
    Tens direito a um nível de vida digno. Quer dizer que os teus pais devem procurar que não te falte comida, roupa, casa, etc. Se os pais não tiverem meios suficientes para estas despesas, o governo deve ajudar.

    ARTIGO 28º
    Tens direito à educação. O ensino básico deve ser gratuito e não deves deixar de ir à escola. Também deves ter possibilidade de frequentar o ensino secundário.

    ARTIGO 29º
    A educação tem como objectivo desenvolver a tua personalidade, talentos e aptidões mentais e físicas. A educação deve, também, preparar-te para seres um cidadão informado, autónomo, responsável, tolerante e respeitador dos direitos dos outros.

    ARTIGO 30º
    Se pertenceres a uma minoria, tens o direito de viver de acordo com a tua cultura, praticar a tua religião e falar a tua própria língua.

    ARTIGO 31º
    Tens direito a brincar.

    ARTIGO 32º
    Tens direito a protecção contra a exploração económica, ou seja, não deves trabalhar em condições ou locais que ponham em risco a tua saúde ou a tua educação. A lei portuguesa diz que nenhuma criança com menos de 16 anos deve estar empregada.

    ARTIGO 33º
    Tens direito a ser protegido contra o consumo e tráfico de droga.

    ARTIGO 34º
    Tens o direito a ser protegido contra abusos sexuais. Quer dizer que ninguém pode fazer nada contra o teu corpo como, por exemplo, tocar em ti, fotografar-te contra a tua vontade ou obrigar-te a dizer ou a fazer coisas que não queres.

    ARTIGO 35º
    Ninguém te pode raptar ou vender.

    ARTIGO 37º
    Não deverás ser preso, excepto como medida de último recurso e, nesse caso, tens direito a cuidados próprios para a tua idade e visitas regulares da tua família.

    ARTIGO 38º
    Tens direito a protecção em situação de guerra.

    ARTIGO 39º
    Uma criança vítima de maus tratos ou negligência, numa guerra ou em qualquer outra circunstância, tem direito a protecção e cuidados especiais.

    ARTIGO 40º
    Se fores acusado de ter cometido algum crime, tens direito a defender-te. No tribunal, a polícia, os advogados e os juizes devem tratar-te com respeito e procurar que compreendas o que se está a passar contigo.

    ARTIGO 42º
    Todos os adultos e crianças devem conhecer esta Convenção. Tens direito a compreender os teus direitos e os adultos também.


Assim, pode-se dizer que o Dia Mundial da Criança serve para lembrar um grande problema mundial: 

o esquecimento dos direitos das crianças.

Retirado do site "web.educom.pt"
 

 

 

Tem um dia muito feliz!

 

 

 

Domingo, 4 de Maio de 2008

Dia das Mães

 

 

 

 

 

 

 

Hoje é dia das mães!!!!!!

(é também o meu dia...eheheheh)

Vamos lá ver o que o meu filhote me vai

oferecer...

 

 

 

 

 

Para todas as mães do mundo, e em

especial para a minha,

que tenham um dia muito feliz,

repleto de alegrias.

Muitos beijinhos mãe!!!!

 

 

 

 

 

 

 

Cris às 00:00
| comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

25 de Abril

 (in Site Júnior - www.junior.te.pt)

 

 

 

 

Hoje a minha prima Sofia faz anos, por isso..... PARABENSSSSS SOFIAAAA!!!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
  • Naturalmente que já ouviste falar no 25 de Abril de 1974, mas provavelmente não conheces as coisas como os teus pais ou os teus avós que viveram nesta época.
    Sabias que o golpe de estado do 25 de Abril de 1974 ficou conhecido para sempre como a "Revolução dos Cravos"?

     
  • Diz-se que foi uma revolução porque a política do nosso País se alterou completamente.

    Mas como não houve a violência habitual das revoluções (manchada de sangue inocente), o povo ofereceu flores (cravos) aos militares que os puseram nos canos das armas.

     
  • Em vez de balas, que matam, havia flores por todo o lado, significando o renascer da vida e a mudança!

     
  • O povo português fez este golpe de estado porque não estava contente com o governo de Marcelo Caetano, que seguiu a política de Salazar (o Estado Novo), que era uma ditadura. Esta forma de governo sem liberdade durou cerca de 48 anos!

     
  • Enquanto os outros países da Europa avançavam e progrediam em democracia, o regime português mantinha o nosso país atrasado e fechado a novas ideias.
     

     
  • Sabias que em Portugal a escola só era obrigatória até à 4ª classe? Era complicado continuar a estudar depois disso. E sabias que os professores podiam dar castigos mais severos aos seus alunos?

    Todos os homens eram obrigados a ir à tropa (na altura estava a acontecer a Guerra Colonial) e a censura, conhecida como "lápis azul", é que escolhia o que as pessoas liam, viam e ouviam nos jornais, na rádio e na televisão.


     
  • Antes do 25 de Abril, todos se mostravam descontentes, mas não podiam dizê-lo abertamente e as manifestações dos estudantes deram muitas preocupações ao governo.

     
  • Os estudantes queriam que todos pudessem aceder igualmente ao ensino, liberdade de expressão e o fim da Guerra Colonial, que consideravam inútil.

 

 

 

 
 
  • Sabias que os países estrangeiros, que no início apoiavam Salazar e a sua política, começaram a fazer pressão contra Portugal. Por isso o governante dizia que o nosso País estava "orgulhosamente só".

    Quando Salazar morreu foi substituído por Marcelo Caetano, que não mudou nada na política.

    Marcelo Caetano MFA.jpg" align=right>

     
  • A solução acabou por vir do lado de quem fazia a guerra: os militares. Cansados desse conflito e da falta de liberdade criaram o Movimento das Forças Armadas (MFA), conhecido como o "Movimento dos Capitães".

     
  • Depois de um golpe falhado a 16 de Março de 1974, o MFA decidiu avançar.
    O major Otelo Saraiva de Carvalho fez o plano militar e, na madrugada de 25 de Abril, a operação "Fim-regime" tomou conta dos pontos mais importantes da cidade de Lisboa, em especial do aeroporto, da rádio e da tv.

  • As forças do MFA, lideradas pelo capitão Salgueiro Maia, cercaram e tomaram o quartel do Carmo, onde se refugiara Marcelo Caetano. Rapidamente, o golpe de estado militar foi bem recebido pela população portuguesa, que veio para as ruas sem medo.

  • Sabias que para os militares saberem quando avançar foram lançadas duas "senhas" na rádio? A primeira foi a música "E Depois do Adeus", de Paulo de Carvalho, a segunda foi "Grândola, Vila Morena", de Zeca Afonso, que ficou ligada para sempre ao 25 de Abril.

     
  • Depois de afastados todos os responsáveis pela ditadura em Portugal, o MFA libertou os presos políticos e acabou com a censura sobre a Imprensa. E assim começou um novo período da nossa História, onde temos liberdade, as crianças todas podem ir à escola e o País juntou-se ao resto da Europa. Mas ainda há muito, muito caminho a percorrer...

Quarta-feira, 19 de Março de 2008

Dia do Pai

 

Olá, seja bem vindo!!!

 

 

Hoje é Dia do Pai !!!

 

 
 
O Dia do Pai constitui uma homenagem
aos pais de todo o mundo.
 
Em Portugal o Dia do Pai celebra-se hoje,
 dia 19 de Março,
o Dia dedicado a São José, pai de Jesus. 
 
 A criação de um dia de homenagem aos
 pais terá acontecido nos Estados Unidos
quando Sonora Luise pretendia um
dia especial para homenagear o seu pai,
William Smart, um vetereno da Guerra Civil que ficou viúvo quando sua esposa
deu à luz ao seu sexto filho.
 
 
 
 
Para o meu pai
 
Querido pai, estejas onde estiveres
sei que continuas a olhar por mim.
Apesar das saudades serem muitas,
neste dia tão especial, e que é o teu,
sinto-te bem pertinho de mim, aqui...
no meu coração.
Beijinhos
 
 
Obrigada pela visita.
Volte sempre!!!
 
 
Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Dia de Reis

 

006ha2y2

Olá! Bem vindos ao meu blog!!! 

 

 

 

 

 Dia de Reis celebra-se a 6 de Janeiro.

Assinala a data em que os três Reis Magos (Gaspar, Belchior - ou Melchior - e Baltasar) foram visitar a dar oferendas ao Menino Jesus.
Deram-lhe ouro, incenso e mirra.

Em alguns países, especialmente nos países hispânicos, é tradição dar as prendas (de Natal) às crianças neste dia.

Em Portugal nesta altura cantam-se as Janeiras, come-se bolo-rei e as crianças representam a história dos Reis Magos.

 

 

História dos Reis Magos

 Num país distante viviam três homens sábios que estudavam as estrelas e o céu. Um dia viram uma nova estrela muito mais brilhante que as restantes, e souberam que algo especial tinha acontecido.

Perceberam que nascera um novo rei e foram até ele.

Os três reis magos, Gaspar, Melchior e Baltazar, levavam presentes, e seguiam a estrela que os guiava até que chegaram à cidade de Jerusalém.

Aí perguntaram pelo Rei dos Judeus, pois tinham visto a estrela no céu.

Quando o rei Herodes soube que estrangeiros procuravam a criança, ficou zangado e com medo. Os romanos tinham-no feito rei a ele, e agora diziam-lhe que outro rei, mais poderoso, tinha nascido?

Então, Herodes reuniu-se com os três reis magos e pediu-lhe para lhe dizerem quando encontrassem essa criança, para ele também a ir adorar.

Os reis magos concordaram e partiram, seguindo de novo a estrela, até que ela parou e eles souberam que o Rei estava ali.

Ao verem Jesus, ajoelharam e ofereceram-lhe o que tinham trazido: ouro, incenso e mirra. A seguir partiram.

À noite, quando pararam para dormir, os três reis magos tiveram um sonho. Apareceu-lhe um anjo que os avisou que o rei Herodes planeava matar Jesus.

De manhã, carregaram os camelos e já não foram até Jerusalém: regressaram à sua terra por outro caminho.

José também teve um sonho. Um anjo disse-lhe que Jesus corria perigo e que ele devia levar Maria e a criança para o Egipto, onde estariam em segurança. José acordou Maria, prepararam tudo e partiram ainda de noite.

Quando Herodes soube que fora enganado pelos reis magos, ficou furioso. Tinha medo que este novo rei lhe tomasse o trono.

Então, ordenou aos soldados para irem a Belém e matarem todos os meninos com menos de dois anos. Eles assim fizeram.

As pessoas não gostavam de Herodes, e ficaram a odiá-lo ainda mais.

Maria e José chegaram bem ao Egipto, onde viveram sem problemas.
Então, tempos depois, José teve outro sonho: um anjo disse--lhe que Herodes morrera e que agora era altura de regressar com a família a Nazaré à sua casa.

Depois da longa viagem de regresso, eles chegaram enfim ao seu lar.


Vamos fazer: Coroa de Rei

 

 

 

É preciso:

  • Cartolina (da cor que quiseres)

  • Cola transparente

  • Tesoura (usa-a com cuidado!)

  • Tintas de várias cores (pode ser guache)

  • Pincéis

  • Coisas para decoração: massinhas, contas, missangas, legumes secos, pedrinhas, lãs, fios, etc.

  • Lápis e borracha

  • Régua

  • Fita métrica

  • Molas da roupa

Cartolina
Cola transparente


Tesoura
decorações

Lápis e borracha
Tintas de várias cores

  


Pincéis
 Régua     


 Fita métrica
    Molas da roupa

Como fazer:


1- Mede o perímetro da tua cabeça com a fita métrica. Aponta essa medida a lápis na cartolina, na base mais larga.

2 - Deixa 2 a 3 cm de margem para a colagem e marca a lápis o sítio onde irás cortar.


3 - Agora imagina o recorte da tua coroa. Usa a imaginação ou vê coroas de reis em livros. Marca o recorte que pretendes com o lápis.


4 - Deixando uma altura de pelo menos 8 cm, recorta a tua coroa
.

5 - Agora vais tratar da decoração. Pinta-a como quiseres e deixa secar bem.


6 - Marca a lápis (levezinho) os sítios onde pretendes colar coisas.
7 - Confirma as medidas da coroa pondo-a na tua cabeça. Agora cola a coroa, aplicando cola apenas na margem que marcaste.




Para não despegar, usa as molas da roupa para segurar. Espera que cole bem!
 
 

8 - Com muito cuidado e paciência, cola as decorações que escolheste nos sítios que marcaste. Deixa secar tudo muito bem.




Agora podes brincar aos reis e rainhas ou usar a coroa no Dia de Reis!


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Obrigada pela visita!!!

Volte sempre!!!

Cris às 00:01
| comentar | favorito
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

As Janeiras

 

 

005kqq05

 

 

 

  • No Natal, os cânticos são uma parte importante das celebrações.

    Em certas regiões (e países) existe um costume em que grupos de crianças cantam cânticos e canções de Natal de porta em porta, na esperança de que as pessoas ofereçam doces, chocolates, dinheiro, etc.

    Esses cânticos de Natal de rua têm nomes diferentes e ocorrem em dias diferentes conforme os países:
    - Na Grécia, no dia 24 de Dezembro, cantam-se as Kalandas.
    - No Reino Unidos e nos Estados Unidos, no dia 26 de Dezembro cantam-se os Christmas Carols.

    Em Portugal cantam-se as Janeiras, a 6 de Janeiro, no Dia de Reis e, no mesmo dia, cantam-se em Espanha os Villancicos, geralmente acompanhados por pandeiretas e castanholas.


  • As Janeiras são uma tradição antiquíssima

    Formam-se grupos pequenos ou com dezenas de elementos que cantam e animam as localidades, indo de casa em casa ou colocando-se num local central (esta é uma versão mais recente), desejando de uma forma tradicional um bom ano a todos os presentes.

    Nos grupos de janeireiros, toca-se pandeireta, ferrinhos, tambor, acordeão e viola, por exemplo.

    Em muitas aldeias esta tradição mantém-se viva, especialmente no Norte de Portugal e nas Beiras:
    "Nesta altura juntam-se os amigos que vão cantar as janeiras a casa dos vizinhos. Antigamente recebiam filhoses, vinho e outros artigos que as pessoas possuíam" conta António Manuel Pereira, presidente da Federação de Ranchos Folclóricos da Beira Baixa.

    No entanto, cantar as Janeiras ainda se faz um pouco por todo o País.

     As pessoas visitadas eram (são) normalmente muito receptivas aos cantores e aos votos que vêm trazer, dando-lhes algo e desejando a todos um bom ano.

     

    005kxehb

     Exemplos de Janeiras

  • Boas noites, meus senhores,
    Boas noites vimos dar,
    Vimos pedir as Janeiras,
    Se no-las quiserem dar.

    Ano Novo, Ano Novo
    Ano Novo, melhor ano,
    Vimos cantar as Janeiras,
    Como é de lei cada ano.

    Vinde-nos dar as Janeiras,
    Se no-las houverdes de dar,
    Somos romeiros de longe,
    Não podemos cá voltar.

    Aqui vimos, aqui vimos
    Aqui vimos bem sabeis
    Vimos dar as boas festas
    E também cantar os Reis.

    Nós somos as criancinhas
    Que pedimos a cantar
    Pedimos as Janeirinhas
    E bênção p'ra este lar.

    Levante-se daí senhora
    Desse banco de cortiça
    Venha nos dar as Janeiras
    Ou morcela ou chouriça.

    Levante-se daí senhora
    Desse banquinho de prata
    Venha nos dar as Janeiras
    Que está um frio que mata.

    As Janeiras são cantadas
    Do Natal até aos Reis
    Olhai lá por vossa casa
    Se há coisa que nos deis.

    Boas festas, boas festas
    Está a alba a arruçar
    Venha-nos dar as Janeiras
    Que temos muito para andar.

    Obrigado minha senhora
    Pela sua Janeirinha
    P' ro ano cá estaremos
    Nós e mais as criancinhas.

    Quem diremos nós que viva
    Na folhinha da giesta
    Já lhe cantámos as Janeiras
    Acabou a nossa festa.

    005krq80

     Obrigada pela visita.

    Volte sempre!

     

    Cris às 00:01
    | comentar | favorito
    Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

    Dia Internacional da Unicef

     

     

     

    000xq59h

     

     

     

     

     

     

    A UNICEF é uma agência das Nações Unidas que tem como objectivo promover a defesa dos direitos das crianças, ajudar a dar resposta às suas necessidades básicas e contribui para o seu pleno desenvolvimento.

     

     

    A UNICEF rege-se pela Convenção sobre os Direitos da Criança, e trabalha para que esses direitos se convertam em princípios éticos permanentes e em códigos de conduta internacionais para as crianças.

     

     

    A UNICEF é a única organização mundial que se dedica especificamente às crianças. Em termos genéricos, trabalha com os governos nacionais e organizações locais em programas de desenvolvimento a longo prazo nos sectores da saúde, educação, nutrição, àgua e saneamento e também em situações de emergência para defender as crianças vítimas de guerras e outras catástofres. Actualmente, trabalha em 158 países de todo o mundo, sendo Portugal um deles.

     

     

     

     

    Cris às 00:01
    | comentar | favorito
    Sábado, 1 de Dezembro de 2007

    Dia da Restauração da Independência

     

     

     

     

     

     

     

     

    Dia da Restauração da Independência
     
    • Como deves saber, hoje,  dia 1 de Dezembro é feriado em Portugal. Neste dia comemora-se o Dia da Restauração da Independência.

    • Queres saber porquê?
      Tudo começou em finais do séc. XVI: o rei de Portugal era D. Sebastião.

    • Em 1578, D. Sebastião morreu na batalha de Alcácer-Quibir, no norte de África. Portugal ficou, assim, sem rei, pois D. Sebastião era muito novo e ainda não tinha filhos, não havia herdeiros directos para a coroa portuguesa.

    • Assim, quem subiu ao trono foi o Cardeal D. Henrique, que era tio-avô de D. Sebastião. Mas só reinou durante dois anos porque nem todos estavam de acordo com ele como novo rei.
      Mas atenção: estas coisas nunca são simples, houve muitos pretendentes e isto deu muita confusão...

    • Em 1580, nas Cortes de Tomar, Filipe II, rei de Espanha, foi escolhido como o novo rei de Portugal. A razão para a escolha foi simples: Filipe II era filho da infanta D. Isabel e também neto do rei português D. Manuel, por isso tinha direito ao trono.

    • Nesta altura, era frequente acontecerem casamentos entre pessoas das cortes de Portugal e Espanha, o que fazia com que houvesse espanhóis que pertenciam à família real portuguesa e portugueses que pertenciam à família real espanhola.

    • Durante 60 anos, viveu-se em Portugal um período que ficou conhecido na História como "Domínio Filipino". Depois do reinado de Filipe II (I de Portugal), veio a governação de Filipe III (II de Portugal) e Filipe IV (III de Portugal). Estes reis governavam Portugal e Espanha ao mesmo tempo, como um só país.

    • Os portugueses acabaram por revoltar-se contra esta situação e, no dia 1 de Dezembro de 1640, puseram fim ao reinado do rei espanhol num golpe palaciano (um golpe só para derrubar o rei e o seu governo).

    • Sabias que havia também defensores do rei espanhol em Portugal? Mas o povo não gostava disso porque o País não era governado com justiça e havia muitos problemas e ataques às províncias ultramarinas e, especialmente, ao Brasil.

    • Na altura, a Duquesa de Mântua era vice-rainha e Miguel de Vasconcelos era escrivão da Fazenda do Reino. Tinha imenso poder.
      No dia 1 de Dezembro de 1640, os Restauradores mataram-no a tiro e foi defenestrado (atirado da janela abaixo) no Paço da Ribeira.

    • Filipe III abandonou o trono de Portugal e os portugueses escolheram D. João IV, duque de Bragança, como novo rei.

    • O dia 1 de Dezembro passou a ser comemorado todos os anos como o Dia da Restauração da Independência de Portugal, já que o trono voltou para um rei português.

    in, http://www.junior.te.pt/servlets/Bairro?P=Portugal&ID=365

      

     

    Obrigada pela Visita

           Volte Sempre!!!

     

     

     

    Sexta-feira, 5 de Outubro de 2007

    Implantação da República

     

     

    Olá. Seja bem vindo!!!

     

     

     

     

     

     

     

    • Portugal foi, desde a sua fundação, governado por reis. A essa forma de governo chama-se monarquia.

    • No entanto, nos finais do século XIX, havia muitas pessoas que achavam que a monarquia não era a melhor forma de governar um país: o rei reinava a vida toda.

    • Quando morria era o filho mais velho, o príncipe, que tomava o seu lugar.

    • Os problemas que as pessoas viam na monarquia eram devidos a coisas muito simples:

        E se o rei governasse mal?
        E se fosse cruel para com os súbditos (o povo)?
        E se ficasse doente ou louco?
        E se tivesse ideias extravagantes que prejudicassem as pessoas?
        E se decidisse mal coisas importantes para o país?
        E se se deixasse influenciar demais por pessoas com más intenções?

      • Claro que estes problemas podem acontecer com qualquer governante, fosse ele um rei ou outro...
        No entanto, as vantagens de uma forma de governar diferente eram vistas como boas. Seria um sistema diferente: uma república.

      • As repúblicas têm dirigentes eleitos por períodos de tempo mais curtos, e o controlo do poder parecia mais eficaz.

      • Por tudo isto, grupos de cidadãos portugueses, partidários de um sistema de governo republicano, foram-se revoltando e acabaram por conseguir terminar com a monarquia e implantar a República, como vinha acontecendo noutros países da Europa.

      • Isto aconteceu a 5 de Outubro de 1910.

      • A República foi proclamada dos Paços do Concelho (a Câmara Municipal) em Lisboa. A importância deste facto foi tal que se decidiu que essa data fosse um dia feriado.

      • O último rei foi D. Manuel II que partiu para Inglaterra com a restante família real, ficando aí a viver no exílio.

      • O primeiro presidente foi Teófilo Braga, mas foi apenas presidente do Governo Provisório até às eleições, onde foi eleito como primeiro Presidente de Portugal Manuel de Arriaga.

       

      • A implantação da República fez com que Portugal mudasse a sua bandeira e o seu hino para aqueles que temos actualmente e o nome da sua moeda para o escudo.
      •  

       

      in, http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?ID=132&P=Portugal

       

         

       

      Obrigada pela visita.

      Apareça mais vezes!!!

       

       

       

     

    .Para Você

    Anjinhos
    Animais
    Bublle
    Cutes
    Meninas
    Meninas2
    Meninos
    Natal
    Bonecas
    Bonecas Palito
    Selos
    Barrinhas
    Mini barrinhas
    Hello Kitty
    Fadas
    Flores
    Dolls
    Dolls2


    .Blogs Que Visito



    Mariposa




    *andando-e-pensando
    *olha_por_mim
    *Já Cheguei






    .links

    .Créditos



    Clique aqui e tenha acesso  ao Site Tony Gifs & Javas

    Coisinhas e Tal

    O melhor site de GIFs!

    VICKYS.com.br

    *LadyLony*

    Tony Gifs & Javas




    Cantinho dos Miudos



    . Prémios que Ganhei



    *1º Prémio