.mais sobre mim

.pesquisar

 


. Quem Aprova Este Blog


Aprovado pelo VICKYS.com.br



.posts recentes

. O Cão

. Calendários 2010

. Os dez mandamentos das cr...

. Multiplicar Com Os Dedos

. Pinóquio para verificar

. Máscaras

. O que é a dislexia?

. Grupo Nominal e Grupo Veb...

. Sílaba e divisão silábica

. Ditongos e Dígrafos

.Baú

. Setembro 2013

. Fevereiro 2010

. Junho 2009

. Maio 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

.tags

. adivinhas

. ambiente

. anedotas

. animais

. aniversários

. anjinhos

. aprende

. cao

. carnaval

. conselhos úteis

. contos tradicionais

. culinária

. dia da mãe

. dias comemorativos

. direitos...

. estações do ano

. família

. familia

. faz tu

. gramática

. história de portugal

. histórias

. ideias

. imprime

. jogos

. jogos tradicionais

. lengalengas

. máscaras

. miminhos

. monumentos

. natal

. o que faz...

. para colorir

. parabéns

. páscoa

. passatempos

. pinta

. provérbios

. reciclagem

. sabia que...

. sabias que...

. santos populares

. saúde

. todas as tags

. Que horas são?

Link-me!



Link-Me



Link-Me



.Mural

.Tudo para os Animais

Loja para mascotes






Olá. Seja bem vindo!


Obrigada por sua visita! Você já esteve aqui

Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

A Foca

Olá, seja bem vindo!!!

 

  • A foca é um mamífero marinho. A foca nasce no mar, mas também consegue viver em terra.

  • Por ter nascido no mar, está muito bem adaptada à água e desloca-se com dificuldade em terra, arrastando o corpo no solo com o auxílio das barbatanas da frente.

  • Sabias que já foi um animal terrestre? Mas depois evoluiu e adaptou-se à vida no mar.

  • O seu corpo, tal como o das baleias, é muito diferente daquilo a que estamos habitados nos outros mamíferos:
    - têm o pescoço e os membros anteriores (as barbatanas da frente) curtos e os seus membros posteriores (patas de trás) são uma espécie de barbatanas muito apropriadas para a natação;
    - têm uma cabeça grande, mas as orelhas são pouco desenvolvidas e o seu pêlo é grosso e brilhante. As narinas fecham-se quando ela mergulha.

  • É um animal perfeito dentro de água!

  • Normalmente, o pêlo da foca é cinzento e mistura-se com vários tons, que vão do castanho ao branco e preto.

  • O alimento preferido das focas são os peixes, mas também comem lulas e vários mariscos. Já reparaste que no circo, quando ela faz bem os seus malabarismos com a bola, recebe um peixe de prémio?

  • Sabias que apesar de viverem em sítios muito gelados, como os pólos, elas não têm frio? É por causa da «camada adiposa», ou seja, uma boa camada de gordura que têm debaixo da pele.

  • Mas não penses que as focas vivem mesmo no alto mar! Elas vivem nas costas, adoram as rochas e os bancos de areia ou de gelo, onde podem apanhar sol e descansar (o desporto favorito das focas).

  • Os machos são grandes e algumas espécies medem entre 1,3 a 1,95 metros (do tamanho de um homem!) e pesam cerca de 100 kg (!). As fêmeas são sempre ligeiramente mais pequenas e leves.

  • Sabias que quando estão em terra elas juntam-se em grandes grupos de cerca de mil focas? É para estarem mais seguras, porque são tão trapalhonas em terra que os ursos e as orcas as apanham com muita facilidade!


  • A mãe foca tem apenas uma cria que, como já te explicámos, nasce na água. Durante os primeiros quatro a seis meses a foca bebé alimenta-se apenas do leite da mãe, mas, assim que nasce, já está pronta a nadar e mergulhar!

  • Infelizmente, muitas espécies de focas estão em perigo e tudo por causa do Homem: para além de lhes poluir o ambiente, caça-as enquanto bebés por causa das suas bonitas peles.

  • Sabias que a foca pode mergulhar até 250 metros de profundidade (imagina um prédio com cerca de 70 andares!) e ficar sem respirar por mais de 30 minutos?

    Curiosidades sobre as Focas

      - A maior das focas é a foca-elefante, que mede seis metros e pesa até 3,6 toneladas!

      - A foca mais feroz é a foca-leopardo, que até caça pinguins.

      - Algumas espécies de foca passam a maior parte da vida em colónias nas praias, enquanto outras, vivem em mares abertos e fazem migrações longas e regulares.

      - As focas são caçadas por causa de sua camada de gordura e pela sua pele.

    - Algumas espécies de machos adultos podem atingir os 4 metros de comprimento, são mais compridos que um carro!

    - Como mamífero, a foca respira ar como nós, embora consiga aguentar aproximadamente 30 minutos durante um mergulho em busca de alimento.

      - Os longos bigodes das focas servem para sentirem as coisas (são muito sensíveis a mudanças de pressão) e auxiliam os olhos durante as caçadas submarinas.

      - Em Portugal existem focas nas Ilhas Desertas (um grupo de ilhas muito pequeninas no arquipélago da Madeira).

      - O nome foca-monge vem da cor do pêlo, quase sempre escura e sem manchas nas costas e esbranquiçada na barriga, o que lembra vagamente a roupa de algumas ordens religiosas.

      - Quando nasce, a cria da foca já tem quase um metro de comprimento!
      Obrigada pela visita.
      Voltem sempre!!!
  • tags:
    Cris às 00:01
    | comentar | favorito
    Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

    Postal Dia da Mãe

    004d60t6

    No primeiro domingo de Maio há um acontecimento muito especial: é o Dia da Mãe.
    Vamos fazer-lhe uma prenda!

    1. Recorta um rectângulo em cartolina, na cor que preferires, em que caiba a tua mão.

    2. Molha a mão numa tinta de cor diferente e estampa-a na cartolina.

     

    3. Recorta um coração encarnado em papel de lustro (ou noutro material). Cola o coração na palma da mão que estampaste na cartolina (depois de a tinta estar seca).

    4. Escreve os textos que faltam.

    5. Coloca um fio no cartão para o poderes pendurar.

    Nota: Se for necessário, o texto «Para a minha Mãe...» pode substituir-se pelo nome de uma amiga: «Para a Sofia...» e retira-se a indicação «Dia da Mãe».

    6. Oferece-o com um beijinho.

     

     

    0003c3hd

     

     

    tags:
    Cris às 00:01
    | comentar | favorito
    Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

    25 de Abril

     (in Site Júnior - www.junior.te.pt)

     

     

     

     

    Hoje a minha prima Sofia faz anos, por isso..... PARABENSSSSS SOFIAAAA!!!!!

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     
    • Naturalmente que já ouviste falar no 25 de Abril de 1974, mas provavelmente não conheces as coisas como os teus pais ou os teus avós que viveram nesta época.
      Sabias que o golpe de estado do 25 de Abril de 1974 ficou conhecido para sempre como a "Revolução dos Cravos"?

       
    • Diz-se que foi uma revolução porque a política do nosso País se alterou completamente.

      Mas como não houve a violência habitual das revoluções (manchada de sangue inocente), o povo ofereceu flores (cravos) aos militares que os puseram nos canos das armas.

       
    • Em vez de balas, que matam, havia flores por todo o lado, significando o renascer da vida e a mudança!

       
    • O povo português fez este golpe de estado porque não estava contente com o governo de Marcelo Caetano, que seguiu a política de Salazar (o Estado Novo), que era uma ditadura. Esta forma de governo sem liberdade durou cerca de 48 anos!

       
    • Enquanto os outros países da Europa avançavam e progrediam em democracia, o regime português mantinha o nosso país atrasado e fechado a novas ideias.
       

       
    • Sabias que em Portugal a escola só era obrigatória até à 4ª classe? Era complicado continuar a estudar depois disso. E sabias que os professores podiam dar castigos mais severos aos seus alunos?

      Todos os homens eram obrigados a ir à tropa (na altura estava a acontecer a Guerra Colonial) e a censura, conhecida como "lápis azul", é que escolhia o que as pessoas liam, viam e ouviam nos jornais, na rádio e na televisão.


       
    • Antes do 25 de Abril, todos se mostravam descontentes, mas não podiam dizê-lo abertamente e as manifestações dos estudantes deram muitas preocupações ao governo.

       
    • Os estudantes queriam que todos pudessem aceder igualmente ao ensino, liberdade de expressão e o fim da Guerra Colonial, que consideravam inútil.

     

     

     

     
     
    • Sabias que os países estrangeiros, que no início apoiavam Salazar e a sua política, começaram a fazer pressão contra Portugal. Por isso o governante dizia que o nosso País estava "orgulhosamente só".

      Quando Salazar morreu foi substituído por Marcelo Caetano, que não mudou nada na política.

      Marcelo Caetano MFA.jpg" align=right>

       
    • A solução acabou por vir do lado de quem fazia a guerra: os militares. Cansados desse conflito e da falta de liberdade criaram o Movimento das Forças Armadas (MFA), conhecido como o "Movimento dos Capitães".

       
    • Depois de um golpe falhado a 16 de Março de 1974, o MFA decidiu avançar.
      O major Otelo Saraiva de Carvalho fez o plano militar e, na madrugada de 25 de Abril, a operação "Fim-regime" tomou conta dos pontos mais importantes da cidade de Lisboa, em especial do aeroporto, da rádio e da tv.

    • As forças do MFA, lideradas pelo capitão Salgueiro Maia, cercaram e tomaram o quartel do Carmo, onde se refugiara Marcelo Caetano. Rapidamente, o golpe de estado militar foi bem recebido pela população portuguesa, que veio para as ruas sem medo.

    • Sabias que para os militares saberem quando avançar foram lançadas duas "senhas" na rádio? A primeira foi a música "E Depois do Adeus", de Paulo de Carvalho, a segunda foi "Grândola, Vila Morena", de Zeca Afonso, que ficou ligada para sempre ao 25 de Abril.

       
    • Depois de afastados todos os responsáveis pela ditadura em Portugal, o MFA libertou os presos políticos e acabou com a censura sobre a Imprensa. E assim começou um novo período da nossa História, onde temos liberdade, as crianças todas podem ir à escola e o País juntou-se ao resto da Europa. Mas ainda há muito, muito caminho a percorrer...

    Domingo, 13 de Abril de 2008

    Verbos

    005wpg7a

    Verbos são palavras que indicam acções, qualidades

    ou estados.

     

    Os verbos são as palavras mais variáveis da

     Língua Portuguesa.

     

    O verbo é a palavra principal do grupo verbal e

     concorda sempre com o grupo nominal: se o

     grupo nominal é singular, o grupo verbal também

     é singular; se o grupo nominal é plural, o grupo

    verbal também é plural.

    Quanto à sua função, um verbo pode ser principal

    (quando transmite o sentido da frase) ou auxiliar

     (quando é utilizado na formação dos tempos

    compostos e da voz passiva).

    Os verbos têm formas diferentes conforme a

     pessoa e o número (singular e plural).

    Também variam em modo e tempo.

     Às variações das formas verbais chamamos flexões.

    Ao conjunto ordenado das flexões dos verbos

    em todos os seus modos, tempos, pessoas e

     números chamamos conjugação verbal.

    Tempos e modos verbais

     

    Os tempos verbais indicam o momento da realização da acção:


     

      passado - indica que os factos já aconteceram;
       presente - indica que os factos acontecem agora;
       futuro - indica que os factos ainda irão acontecer.

    Os modos verbais são os seguintes:

      

     indicativo - indica que a acção é uma realidade

    ou uma certeza;
       conjuntivo - exprime a acção como uma possibilidade

    ou uma dúvida;
       condicional - indica que a acção depende de

    uma condição;
       imperativo - apresenta a acção como uma ordem

     ou um pedido;
       infinitivo - exprime a acção de forma indeterminada.


    Conjugações

    Ao conjunto ordenado das flexões dos verbos em

    todos os seus modos, tempos, pessoas e

    números chamamos conjugação verbal.

    Os verbos portugueses agrupam-se em três conjugações:

       

    1ª conjugação - verbos cujos infinitivos terminam em ar;
       2ª conjugação - verbos cujos infinitivos terminam em er;
       3ª conjugação - verbos cujos infinitivos terminam em ir.

    Os verbos terminados em or (como pôr e compor)

    são considerados da 2ª conjugação.

     

     

     

    006d41hk

    Volte sempre!!!

     

     

    Sábado, 5 de Abril de 2008

    Baleias

     

     

    Olá, seja bem vindo!

     

     

     

  • As baleias são mamíferos, tal como o Homem, mas que vivem no mar. A estes mamíferos marinhos, chama-se cetáceos. A diferença mais visível em relação aos peixes é na barbatana da cauda que está numa posição horizontal.

  • A baleia é o maior animal que alguma vez existiu na Terra e no mar. Por exemplo, as baleias azuis têm 30 metros, 10 vezes o tamanho de um elefante! Mas existem outras mais pequenas, como as orcas, que mesmo assim são três vezes maiores que um golfinho.

  • Tal como os mamíferos, as baleias têm sangue quente e por isso sentem muito o frio. Mas não têm pêlos para ficarem quentinhas. Assim, para se protegerem, têm uma camada de gordura muito grossa mesmo debaixo da pele, a que se chama camada adiposa.

  • Para respirar as baleias têm pulmões como todos os mamíferos, mas elas aguentam muito tempo debaixo de água. Quando vêm à superfície, o ar quente sai do seu "nariz", na parte de cima da cabeça, formando um jacto.

  • Diz-se que as baleias nunca se perdem. Percorrem os mares de todo o mundo e sabem sempre onde estão. Isso acontece porque elas têm um sistema de ecolocalização no cérebro. Assim, são capazes de detectar as posições dos objectos através do som.

  • Normalmente nasce uma única cria de cada vez e a gestação dura de 10 a 12 meses, só mais um bocadinho do que os humanos. A cria quando nasce mede 7 metros e pesa 2 toneladas (mais que um camião)! Durante 7 meses, alimenta-se do leite da mãe e engorda 4 quilos por hora (100 kg por dia).

     


    • Existem muitas espécies de baleias. Estas dividem-se em dois grupos: com dentes e com barbas. As baleias que têm dentes são caçadoras, mas só comem peixinhos, lulas e outros animais pequenos.

    • As baleias com barba alimentam-se de plâncton. As barbas servem para filtrar a água para obter este minúsculo alimento. Por estranho que pareça, estas baleias são as maiores de todas e não fazem mal a uma mosca, mas as barbas são muito assustadoras porque parecem dentes!

    • Desde há muitos anos que as baleias são caçadas. Antigamente a caça fazia-se por necessidade, mas também por medo de um animal tão grande. Apesar de tudo, os caçadores de baleias tinham um grande respeito por ela, que era a base da sobrevivência dessa população.

    • Hoje em dia, a caça é proibida porque a espécie começou a entrar em extinção, ou seja, começaram a existir poucas baleias e foi preciso protegê-las. Os antigos caçadores fazem agora visitas guiadas para os turistas aos sítios onde sabem que as baleias costumam nadar.

    • Há uns anos, alguns paleontólogos
    • pessoa que estuda os fósseis de animais ou vegetais que se encontram enterrados há muitos milhares de anos)  descobriram um fóssil de uma baleia com patas. Esta antiga baleia, com muitos milhares de anos, era pequena, andava em terra, mas passava a maior parte do tempo na água por ser muito pesada.

    • O peso dos mamíferos terrestres é suportado pelos ossos que são maciços e fortes. Mas o peso das grandes baleias quase desaparece com a ajuda da água, por isso, os seus ossos tornaram-se leves e esponjosos.

    • O interior de uma baleia, tal como o exterior é enorme. As veias da baleia-azul são tão largas como um cano de esgoto e o coração é do tamanho de um carro pequeno. A sua gigantesca língua pesa 4 toneladas.

    • Por vezes, as baleias dão grandes saltos, o que é uma coisa espectacular de observar. Infelizmente não se sabe ainda porque o fazem: pode ser para namorar, comunicar, atrair peixes, ou simplesmente para brincar.

    • Há uma pergunta que se faz muitas vezes mas que ainda não foi respondida: será que as baleias são mesmo inteligentes? Se olharmos só para o tamanho de cérebro algumas seriam 5 vezes mais inteligentes que nós, mas isso não quer dizer nada...

     

    Obrigada pela visita.

    Voltem sempre!!!

     

  • tags:
    Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

    Determinantes e Pronomes

     

     

    0064z9w5 

     

     

     

    Chamamos determinantes às palavras que se

    escrevem antes dos nomes e que determinam

     o seu género, número, posse e posição.

     

    Os pronomes são palavras que utilizamos

    em vez dos nomes.

     

     Os pronomes podem ser:

    pessoais - representam as três pessoas gramaticais ;

     

     

      1.ª pessoa 2.ª pessoa 3.ª pessoa
    singular eu
    me, mim
    comigo
    tu
    te, ti
    contigo
    ele, ela
    se, si
    consigo
    o, a
    lhe
    plural nós
    nos
    connosco
    vós
    vos
    convosco
    eles, elas
    se, si
    consigo
    os, as
    lhes


    possessivos - indicam a qual das pessoas gramaticais

    pertencem os objectos ;

     

      singular plural
    masculino feminino masculino feminino
    um possuidor meu
    teu
    seu
    minha
    tua
    sua
    meus
    teus
    seus
    minhas
    tuas
    suas
    vários possuidores nosso
    vosso
    seu
    nossa
    vossa
    sua
    nossos
    vossos
    seus
    nossas
    vossas
    suas


    demonstrativos - indicam os seres, determinando o lugar que ocupam ou as características que os distinguem ;

     

      singular plural
    masculino feminino masculino feminino
    variáveis este
    esse
    aquele
    o mesmo
    o outro
    o tal
    esta
    essa
    aquela
    a mesma
    a outra
    a tal
    estes
    esses
    aqueles
    os mesmo
    os outros
    os tais
    estas
    essas
    aquelas
    as mesmas
    as outras
    as tais
    invariáveis
    isto, isso, aquilo


    relativos - referem-se a uma palavra ou sentido mencionado

    antes e servem para ligar duas afirmações ;

     

      singular plural
    masculino feminino masculino feminino
    variáveis cujo
    quanto
    qual
    cuja
    quanta
    qual
    cujos
    quantos
    quais
    cujas
    quantas
    quais
    invariáveis
    que, quem


    interrogativos - servem para perguntar, directa ou

    indirectamente ;

     

      singular plural
    masculino feminino masculino feminino
    variáveis quanto?
    qual?
    quanta?
    qual?
    quantos?
    quais?
    quantas?
    quais
    invariáveis
    que?, quem?


    indefinidos - indicam os seres de um modo vago e

    indeterminado .

     

      singular plural
    masculino feminino masculino feminino
    variáveis algum
    nenhum
    outro
    todo
    um
    certo
    muito
    pouco
    qualquer
    alguma
    nenhuma
    outra
    toda
    uma
    certa
    muita
    pouca
    qualquer
    alguns
    nenhuns
    outros
    todos
    uns
    certos
    muitos
    poucos
    quaisquer
    algumas
    nenhumas
    outras
    todas
    umas
    certas
    muitas
    poucas
    quaisquer
    invariáveis
    algo, alguém, ninguém, nada, tudo, outrem
     

     

     

    000q8952

     

     

     

     

     

     

    Terça-feira, 1 de Abril de 2008

    Dia das Mentiras

    Olá, sejam bem vindos!!!

    Hoje em dia, o 1º de Abril é um dia especial para pregar partidas e mentiras aos outros para todos nos rirmos um bocadinho dos sustos e enganos que causámos.

    É uma bela altura para pôr sal no açucareiro e açúcar no saleiro, é dia de pregar partidas para nos divertirmos, porque pregar partidas por maldade, é ser mau.

      Quatro regras para as partidas do Primeiro de Abril:

      1 - Não se pode magoar ou fazer mal à pessoa.
      2 - A vítima tem de acreditar (ou não estar nada à espera).
      3 - A vítima, quando descobre, tem pelo menos de sorrir.
      4 - Nessa altura tem de se gritar: "1º de Abril!".

      Para os adultos é sobretudo nos jornais e na televisão que se inventam histórias que são grandes mentiras, mas que têm de parecer verdade. A piada é tentar-se adivinhar se é mesmo verdade... ou não.


      Um pouco de história

      Bem, o que acontece com o 1º de Abril é mais ou menos comum a festas deste tipo: há várias explicações e não se sabe qual é a real.


    • Uma delas refere que começou em França, pois havia a celebração do equinócio da Primavera que marcava o Ano Novo.

      Em 1564, o rei francês Carlos IX mudou o calendário para o que usamos hoje - o Gregoriano e o Ano Novo passou a começar a 1 de Janeiro.

      Aos que ainda celebravam o ano novo em Abril chamavam-lhes tolos (em inglês são os "April's Fools'").

      Como no ano novo anterior (Abril) se trocavam prendas, começaram a dar-se, nesta altura, prendas para gozar com os outros.

    • Na Escócia a ideia de pregar partidas foi bem aceite e a mais praticada (ainda hoje) é a de mandar alguém caçar gambuzinos (cuckoo hunt - caça ao cuco).

    • Outra explicação fala de um festival romano, o da Cerelia, que celebra a história de Proserpina.

      Parece que Proserpina estava a colher lírios no vale quando foi raptada por Plutão, o deus romano.

    • A mãe dela, Ceres, ficou tão atrapalhada que começou a procurá-la sem muito método (e sem resultados) - tudo isto tem a ver com a caça aos gambuzinos, que é a ideia de procurar algo que nunca se vai achar.


    • Pregar partidas é tão divertido, que muitos países têm esta celebração, mas noutros dias...

      No México é a 28 de Dezembro. Na Roma antiga era a 25 de Março. Na Índia é a 31 de Março.


      Em França há mais umas explicações para o 1º de Abril

      Nesse país, este dia chama-se "poisson d'avril" (peixe de Abril) e as crianças fazem um jogo típico que é o de colar ou prender um peixe recortado em papel nas costas de alguém, sem essa pessoa dar por isso. Quando ela nota, grita-se: " Poisson d'avril! Poisson d'avril!".

      Uma outra explicação francesa diz que, dantes, era o dia em que fechava a época da pesca e era a última hipótese para os pescadores que não tinham pescado nada... Então atiravam-se peixes aos rios para os safar da vergonha de não levarem nada para casa.

    Algumas partidas que poderás fazer:

    •  Pôr sal no açucareiro e açúcar no saleiro.

    • Atrasar ou adiantar relógios.

    •  Tirar todos os paus de giz ao professor: Quando ele for para escrever, não tem como.

    •  Pôr sal nas escovas de dentes.

    • Pôr pasta de dentes (ou algo do género - mas que não seja demasiado nojento - margarina, maionese, ketchup, ...) nas maçanetas das portas.
      Pôr bem discretamente.

     

    Espero que te divirtas!!

    Obrigada pela visita.

    Volte sempre!!!

     

     

     

    .Para Você

    Anjinhos
    Animais
    Bublle
    Cutes
    Meninas
    Meninas2
    Meninos
    Natal
    Bonecas
    Bonecas Palito
    Selos
    Barrinhas
    Mini barrinhas
    Hello Kitty
    Fadas
    Flores
    Dolls
    Dolls2


    .Blogs Que Visito



    Mariposa




    *andando-e-pensando
    *olha_por_mim
    *Já Cheguei






    .links

    .Créditos



    Clique aqui e tenha acesso  ao Site Tony Gifs & Javas

    Coisinhas e Tal

    O melhor site de GIFs!

    VICKYS.com.br

    *LadyLony*

    Tony Gifs & Javas




    Cantinho dos Miudos



    . Prémios que Ganhei



    *1º Prémio